Canal de denúncia: um instrumento de exercício da cidadania

isenção e independência no tratamento das denúncias
Como garantir independência no tratamento de denúncias na alta gestão?
20 de fevereiro de 2017
Boas práticas na apuração de denúncias
Boas práticas na apuração de denúncias: por onde começar a para onde evoluir?
12 de abril de 2017
Mostrar tudo

Canal de denúncia: um instrumento de exercício da cidadania

canal de denuncia um instrumento de exercicio da cidadania

Enquanto o Brasil assiste e debate a crise de valores e a conduta não ética de políticos e de grandes empresas de reputação até então ilibada, no mundo corporativo verifica-se um incremento de 45,7%, entre 2014 e 2016, na taxa média de denúncias registradas, conforme estudo conduzido num grupo de controle de 88 empresas.

Esta é uma evidência inquestionável da influência deste sentimento pró Ética que se estabeleceu em nossa sociedade, no dia a dia de nossas organizações públicas e privadas.

O canal de denúncias é de fato um instrumento democrático, que rompe barreiras hierárquicas e oferece aos funcionários e demais públicos da empresa um meio de comunicação direta com a liderança executiva da organização. Quando bem implementado dentro da empresa, transforma-se então num eficiente mecanismo de gestão e de exercício da nossa cidadania.

Metade das situações antiéticas vivenciadas nas organizações somente se tornam conhecidas pelas empresas por meio de um canal de denúncias.

Em média, verifica-se o registro mensal de 2,4 relatos para cada grupo de 1 mil funcionários da empresa, sendo que 61,8% dos denunciantes preferem realizar seus registros de forma eletrônica, via website, enquanto que 35% utilizam-se de canais telefônicos.

55% das denúncias registradas e qualificadas para apuração são efetivamente confirmadas.

Estes números destacam a força da denúncia e sua capacidade de modificar o status quo.

Ato de denunciar ganha nova conotação

Na nova realidade em que vivemos, a motivação para denunciar atos ilícitos, desvios de comportamento, assédios, agressões, descriminações, descumprimento de políticas, normas e procedimentos ganhou força e uma nova interpretação. O que antes era considerado negativo e pejorativo pelo senso comum – quem nunca ouviu a expressão “dedo duro” como forma de ofensa? – agora é visto de maneira positiva pela sociedade e também dentro dos ambientes corporativos.

Neste contexto, o canal de denúncias se estabeleceu nas organizações como um verdadeiro instrumento de empowerment de seus profissionais, oferecendo uma forma segura e direta de comunicação com a alta gestão, e um processo de controle efetivo para ruptura e prevenção de irregularidades, e fortalecimento da cultura Ética no ambiente de trabalho, e também fora dele.

A implementação do canal de denúncias, inserido num programa robusto de Ética e Compliance, vem criando nas empresas um ambiente no qual os questionamentos e as denúncias sobre práticas antiéticas ou abusivas tornam-se efetivamente uma oportunidade de reflexão e melhoria contínua das condutas individuais e coletivas.

E os ganhos percebidos neste movimento são então gradual e naturalmente transferidos para além das fronteiras da organização, influenciando o comportamento dos colaboradores em seu ambiente familiar, e em suas comunidades, alimentando um círculo virtuoso entre o mundo corporativo e a sociedade. O ato de denunciar tornou-se um elemento de exercício pleno de cidadania.

Benefícios dos canais de denúncias

São vários os benefícios que um canal de denúncias especializado e independente traz para as empresas:

  • rompimento de barreiras hierárquicas, permitindo que informações relevantes atravessem as fronteiras dos departamentos, unidades de negócio e outros “feudos” que, muitas vezes, se estabelecem nas empresas.

  • identificação precoce, mitigação e eliminação de fragilidades, riscos de reputação, operacionais, econômicos, políticos, sociais e ambientais.

  • economia com custos judiciais.

  • recuperação de ativos e valores desviados.

  • aprimoramento do ambiente de trabalho, da conduta ética e transparência em todas as suas atividades e relações com colaboradores e demais públicos (acionistas, fornecedores, parceiros, clientes e comunidades de entorno).

  • incremento do “orgulho de pertencer” dos colaboradores.

 

Agora que você já sabe como um canal de denúncias atua no exercício da cidadania, consulte-nos para saber como implementar este mecanismo de forma efetiva em sua empresa.

Até a próxima.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *